E Agora

E Agora é o mote da Saco Azul para a programação de curadorias expositivas e performativas de 2017, e ambiciona questionar a condição contemporânea, procurando reflectir este momento particular da nossa história a partir do ponto de vista de quem discute com o que cria.

Image

E Agora é o tema central do programa de curadorias da Saco Azul para a sala de exposições do Maus Hábitos no ano 2017. Compõe-se de cinco curadorias, quatro delas de exposições colectivas e uma de performances. A partir do convite a artistas, curadores e personagens interessantes e interessadas, o programa E AGORA questiona a condição contemporânea, procurando reflectir este momento particular da nossa história a partir do ponto de vista de quem discute com o que cria.

E Agora introduz curadorias que procurem compreender a actualidade enquanto momento politicamente e culturalmente controverso, e promove a reflexão sobre as múltiplas compreensões deste que é simultaneamente entendido como um tempo de crise, exaustão, viragem ou simples continuidade.

Dá lugar a propostas que se expandem em grandes horizontes globais de espaço e tempo, mas que sejam também capazes de focar um nível local ou específico. Propostas que tentem perceber como é que a sociedade se irá transformar através da desigualdade de oportunidade, da infoexclusão e da emergência de “novos” preconceitos sociais, ou que abordem a forma como é que o nosso comportamento poderá evoluir face às problemáticas de uma sociedade de escassez e acumulação, e aos impactos de uma circulação global efectiva.

Promove também propostas curatoriais que procurem ganhar território através de novas abordagens artísticas e tecnológicas, que consequentemente se aproximam ou afastam de legados de saberes e fazeres, formatos de ensino, mercado e legitimação. E finalmente dá espaço propostas que questionem o que será feito das formulas artísticas da arte contemporânea que se aparentam já obsoletas para uns e infinitamente libertadoras e emancipadas para outros.


As 5 curadorias são:

08.04
E Agora...?
Curadoria de Performances por Susana Chiocca
Tomando o conceito chave para 2017 da Saco Azul, abraça-se o momento social, sexual, cultural, político, identitário… através do corpo. O eu e o mundo, o Porto e o mundo, ou o mundo dentro…
Requerem-se novos corpos. Corpos pensantes que reflictam e se manifestem. Corpos ausentes, corpos estranhos, corpos inerentes, corpos liminas que se fundem no tempo que é o hoje.
Susana Chiocca faz o desafio a Cristina Mateus, Flávio Rodrigues e Marta ngela Vuduvum, que apresentam a dia 8 de Abril de 2017 o resultado performativo da reflexão artística de cada um.


27.05 a 25.06
The Missing Revolution
Curadoria de Carolina Grilo Santos e Carmo Azeredo de exposição/obra colectiva
The Missing Revolution é um projecto colectivo que transforma a sala de exposições numa sede espontânea e efémera de uma possível revolução que materializa e problematiza o sentimento constante de que algo está para acontecer na nossa modernidade liquida e impermanente. A própria sala torna-se dispositivo de diálogo, criação e acção, desenhando um meta-espaço que é simultaneamente intimo e aberto, construído e activado pelo colectivo de artistas participantes, e por convidados especiais e informais em diversos momentos espontâneos ou programados, tais como conversas, refeições, encontros, sleep’overs e debates, transformando convidados e publico em parte activa de uma comunidade efémera.

09.09 a 08.10
E Agora?
Curadoria Volker Schnuettgen de exposição colectiva
O paradigma dos objectivos do ensino superior e das Universidades tem sofrido grandes alterações desde os anos 70. Na era pós ‘68 as Universidade foram as principais plataformas onde se discutia o futuro da humanidade e se desenhava o progresso da sociedade, um lugar da utopia. Entretanto num sistema neoliberal a função do ensino superior orientou-se mais para as exigências da economia e mercado de trabalho do que para as necessidades de uma sociedade democrática e humanista. Esta exposição questiona esta mudança através da reunião de ex-alunos que mantem uma prática artística após a saída da Universidade.


11.11 a 10.12
The Medium is Not the Message
Curadoria de José Alberto Gomes e André Covas de exposição colectiva
Numa fase em que a tecnologia e o processo tem um lugar predominante no espaço artístico, esta curadoria parte do ataque provocatório da premissa de McLuhan. A exposição procura compreender como podemos reorganizar o espaço-conteúdo vs meio no contexto da criação artística sob suporte tecnológico, utilizando o Som enquanto matéria plástica e o tempo enquanto desafio de isolar o fenómeno sonoro da sua “tela”.


16.12 a 14.01
Caleidoscópio
Curadoria de João Baeta de exposição colectiva e em parceria com a Galeria do Sol
Entre a ideia do séc. XIX do Cabinet d'Amateur e do Atlas Mnemosyne de Abi Warburg, esta exposição é concebida enquanto gabinete improvável, onde as obras são apresentadas na sua heterogeneidade e multiplicidade, encaradas como uma tessitura onde a trama não é definível, nem é modelo estável ou preciso. Todas as associações podem irromper e coexistir nesta configuração rizomática, em que o espaço expositivo é um dispositivo relacional nos termos de Nicolas Bouriaud.

Image



Eventos

Saco Azul, Maus Hábitos,

Rua Passos Manuel 178

4º andar

4000-382 Porto


Produção Artística
danielpires@maushabitos.com


Image

powered by

Image
Image